sexta-feira, 11 de abril de 2014

Curso "De Teto e de Afeto: Estética, Moradia e Resistência", inscrições abertas!



INSCRIÇÕES ABERTAS NO SÍTIO DA EDIÇÕES TORÓ: www.edicoestoro.net.

Chamamos pra estudar junto, vem? Não é evento nem espetáculo o caso. É lição com tição e sabor no saber. Estudar a moradia, seus cheiros de suor e de sonho. Estudar a quebrada de dentro pra fora, a história da cidade e seus subúrbios. Com necessárias didáticas e pedagogias. Vem estudar território, paisagem e ensino, refletir sobre quilombagem, feminismo e arquitetura, sobre várzea, letra e maloca com nossas mais velhas dando aula junto com pesquisadores de sangue no olho.

A luta por moradia entrança a resistência na rua e no peito, a construção da vida no puxadinho e no espelho, os pilares das paredes e dos gestos, a organização lenhosa ou serena do bairro e dos desejos do corpo.
A cama e a cozinha, regentes de tanta poesia e convívio, refletem e influenciam os passos e as políticas da praça pública. Da intimidade e do que vaza do portão, da privacidade e do que não se tranca com cadeado. Moradia é miragem, questionamento e trabalho.

Na história da cidade se acenderam muitos movimentos, coletivos e ocupações por um lar, por uma vila ou por um campinho. No cantinho do cômodo, no escadão e no quintal se educa e se mantém coloridas linhagens ancestrais.

Por necessidade bolamos revides ao que vem ditado de cima pra baixo, às leis de morte e de expulsão, às faxinas étnicas de território, às decisões oficiais de conchavo com os magnatas e latifundiários urbanos. Por precisão se arruma o filtro e a moringa, se banha de balde ou mangueira, se chora com a bica poluída e com o córrego apinhado de plástico.

Nas periferias, estilos de criar e de viver vão bailando a dignidade entre goteiras e azulejos, entre festinhas de quintal e vasinhos em beiral de janela, entre cafezinhos e bacias. Nos cortiços por décadas e décadas se desenhou a história de nossos álbuns de família. Nas canções entre o guarda-roupa e o banheiro mora a expressão que põe o público e o privado na massa da mesma fornada. Nos atos de ocupar, orar, brincar, bater palmas na porta, derrubar muro, xingar no portão, ligar fiação ou fechar pra dormir voga um universo de teto e de afeto. Razão de luta e movimentos da razão.

.............................................

03.05 | "Portas e varais: espaços geográficos e quebrada",
com Dona Dina (Anciã, moradora de Taboão há 50 anos) e Billy Malachias (Geógrafo e educador)

10.05 | "Do pau à laje: uma história da moradia paulistana do baldio ao asfalto", com Seu Nelson (Coordenador do Movimento de Luta por Moradia, Centro) e Raquel Rolnik (Professora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP e relatora da ONU sobre moradia)

17.05 | "Arquiteturas de olhares e passos: entre aldeias e quilombos”, com Dona Neide Abati (União Popular de Mulheres do Campo Limpo) e Alex Ratts (Geógrafo e professor de antropologia da Universidade Federal de Goiás/UFG)

24.05 | "Do acampamento ao Tekoha guarani: morando na semente do futuro”, com Jerá Guarani (Liderança e professora na aldeia Tenondé Porã) e Spensy Pimentel (Professor da Universidade da Integração Latino Americana/ UNILA)

31.05 | "Ventando a cortina, batendo na mesa: guerra e afeto em feminino no Hip Hop”, com Sharylaine (Rapper desde 1986 , integrante da Frente Nacional de Mulheres no Hip Hop ) e Jaqueline Lima Santos (Doutoranda na Unicamp, pesquisadora de Hip Hop)
.............................................
Aos sábados de maio - sempre das 14h às 17h00
No Espaço Clariô: Rua Santa Luzia, 96 - Taboão da Serra/SP

Veja como chegar aqui: http://goo.gl/maps/AE1KR

Gratuito para 45 participantes.
Inscrições de 9 a 23 de abril de 2014.
...........................................................

Articulação Pedagógica: Allan da Rosa & Ruivo Lopes
Concepção e Diagramação de Cartaz: Elaine Campos | Fotografia: Guma
Realização: Edições Toró, Teatro Clariô e 5º Elemento
Agradecimentos:  Às educadoras e educadores que vêm na graça e à comunidade que chega ou oferece atenção.

quinta-feira, 10 de abril de 2014

"Cinema e Anarquismo" Ao Vivo na Rádio Cordel Libertário - 10/04 - QUINTA FEIRA- às 21:10 :


É inegável a importância que o cinema teve e tem para o anarquismo e o punk, seja para denunciar ou mesmo seu caráter pedagógico servindo para a formação política e autodidata dxs companheirxs libertárixs e anarquistas.

Citamos aqui um paragrafo do texto de introdução do II Festival de Filmes Anarquista e Punk de SP:

“Há mais de um século o anarquismo vem alimentando a possibilidade de um mundo mais justo e igualitário no qual não caiba nenhum tipo de opressão. E há pouco mais de um século acontecia também a primeira exibição pública de um filme. O mundo nunca mais foi o mesmo depois do anarquismo e dos filmes. Ainda não sabemos se é possível um cinema anarquista. Os filmes que serão exibidos neste Festival apontam alguns caminhos. E como a história ainda não chegou ao seu fim, seguimos rumo a estação liberdade!”

Para falarem um pouco sobre a experiência das duas edições do Festival de Filme Anarquista e Punk de São Paulo e o papel que o cinema tem para anarquismo e o punk ontem e hoje estarão conosco:

Organizadorxs do Festival de Filme Anarquista
e Punk de Sp

para conhecer mais sobre o festival: http://anarcopunk.org/festival

QUANDO: 10/04/2014 5ª feira
HORAS: 21:10 (horário de brasília)
Se você ficou interessadx não pode deixar de ouvir e participar!
http://radiocordel-libertario.blogspot.com.br/

Faça Parte da Rádio Cordel Libertário
Faça parte desta Rede de Comunicação Libertária divulgando a programação para sua lista de e-mails e para toda sua rede social, e também se tiver algum contato ou conhecimento de algum Coletivo/Movimento Libertário/Anarquista existente, mande para a Rádio o e-mail, contribuindo assim de forma direta na programação e o fortalecimento deste meio de comunicação. O Coletivo Rádio Cordel Libertário está aberto à novxs integrantes, quem tiver interesse entre em contato conosco.

Durante as transmissões ao vivo xs ouvinte poderão participar ativamente do bate-papo, por meio de perguntas e reflexões através do chat presente no blog, ou mesmo AO VIVO.

Quem quiser acompanhar/escutar as entrevistas que já ocorreram, elas estão disponíveis no Blog na página ÁUDIOS PROGRAMAS ANTERIORES.
LEMBRANDO: *21:10 - Transmissão ao Vivo e Online *09:00 - Reprise no dia seguinte

segunda-feira, 7 de abril de 2014

PUBLICAÇÃO DE RESULTADO DO VAI MODALIDADE 2 – 1ª EDIÇÃO

Parabéns a todos selecionados.
E quem não pego, vai que vai, por que a cultura não pode parar.

http://3.bp.blogspot.com/-wBp9mmMAYcs/UrxkiQDP47I/AAAAAAAADoM/REZOvNXaZGA/s1600/L041-Daniel%2Bdos%2BSantos%2BRbeiro.JPG

A Secretaria Municipal de Cultura, por meio da Coordenação do Programa para a Valorização de Iniciativas Culturais – VAI e a Comissão de Avaliação e Propostas MODALIDADE 2, concluiu o processo de seleção dos projetos a serem subsidiados no ano de 2014 na modalidade 2.

Cada projeto foi avaliado por dois membros da comissão e recebeu duas avaliações distintas. Como resultado deste processo foram selecionadas 63 proposta (sessenta e três) na modalidade 2, dentre os 469 inscritos. Utilizaram-se os seguintes critérios:
a)    Projetos compostos por grupos e coletivos, jovens ou adultos de baixa renda, que tenham histórico comprovado de, no mínimo, dois anos de atuação;

b)  Ações para ocorrem em localidades do município desprovidas de recursos e equipamentos culturais;
No processo de discussão sobre a avaliação, foi destacado pela Comissão que alguns projetos inscritos apresentavam um perfil mais apropriado para a modalidade 1 do Programa VAI (grupos de jovens que não acessaram o Programa, ou ainda, grupos que só foram contemplados uma única vez). A comissão avaliou que a quantidade de projetos que atendiam ao perfil, a qualidade e ao interesse público característicos do VAI, era maior que o recurso disponível. Desta forma, foram também considerados os próximos itens:

c)    As ações culturais priorizadas estão relacionadas à pesquisa, produção e difusão artística que visem a consolidação de um grupo ou uma atividade, articulações de redes, mediações culturais, manutenção e consolidação de espaços culturais independentes e, principalmente nesta 1ª edição do VAI 2, projetos que já tiveram apoio do VAI por dois anos;
d) Distribuição dos projetos com boa avaliação por: subprefeitura e linguagens artísticas.

Agradecemos a todos que se inscreveram nesta edição e parabenizamos os selecionados! 
Segue lista com projetos aprovados:

COD
Nome do Projeto
AR020
Literatura na cesta básica
AR023
Companhia de teatro - CPA (Corpo, Postura e Ação)
BT006
Programa Já regou suas plantas? Na Rádio Cidadã FM, a comunitária do Butantã
BT025
Click um olhar curioso sobre o mundo - agente de comunicação e cultura
BT029
E o palhaço o que é?
BT035
O fim é o começo
CCB004
Liga do Vinil
CCB035
Ocupação Cultural "Somos Todos Cultura" do Sarau da Ademar
CCB066
Epifania
CCB089
Quebrada HQ 2014
CCB095
NIA
CCB104
Gestão de Espaço Coletivo e Cultural: “Espaço da Comunidade”
CCB108
Correspondência Poética
CCJ029
Jardim Cultural da Julieta
CCJ047
Cavaquinho de Ouro e suas histórias na Zona Sul II - Tributo a Mário Alvares
CCJ048
Útero Punk Mulheres em Perigo
CCJ064
Refinaria Teatral de Portas Abertas
CCJ106
CLIPEFERIA: se a música é arte, o clipe faz parte!
CCJ110
Audiovisual Cine-Cachoeira
CCJ119
Quilombo Sambaqui - SP
CDU101
Xadrez sem muros
CDU102
Construindo e resgatando nossa cultura
CDU111
Cultura de garagem - Abre os portões
CDU116
Zumb'Ilê Axé Pastinha
CT021
Funk TV: Fortalecendo a Nossa Cultura
CT034
Cine Campinho: a sessão continua
CT039
Jongo de Guainases: Resistências dos Tambores Paulista
PE006
Balaio de Circo e Música
PE029
Tenda Literária - VAI 2
PE038
Degraus da Arte 2014
SMC001
Oficinas e Espetáculos de Dança na construção da relação obra-espectador
SMC019
Tradição Guarani Mbya - Semente Tradicional (Nhande Reko - Nhanhoty)
SMC035
Mascate 3D - Porque nossa realidade é tridimensional
SMC046
MJIBA - Espalhando sementes
SMC054
Cine Rima Vida
SMC071
Conexão Lado Leste
SMC089
Sarau e Ocupação "O que dizem os Umbigos?"
SMC097
Samba no Asfalto em Prol da Comunidade
SMC101
1º Circuito de Dança Folclórica Paraguaia "Acuarela Paraguaya"
SMC106
Sarau Elo da Corrente - Negra Consciência
SMC119
O Teatro de Bonecos Como Guardiões de Mitos e Lendas
SMC149
Dos Cantos, Batidas e Verbos
SMC168
Série Edições Maloqueiristas
SMC183
Direito pr@s Man@s nas quebradas
SMC235
Alvorada - Centro de Pesquisa da Máscara
SMC256
Do Fruto à Raiz
SMC265
Arte e Cultura na Kebrada 2014 - 8ª edição
SMC311
Atelier Livre (M.LAB.) Vídeo Performance Projetiva
SMC327
Helena
SMC333
Coletivo Cinemateus VAI II
SMC335
Refugo Urbano
SMC345
1ª Mostra de Samba Rock
SMC355
Ser Inatiquetável
SMC363
Cabaré Fon-Fon
SMC368
DançArte em "Descentralização Cultural"
SMC393
Di campana: jornal cultural impresso
SMC401
Breaking the floor (3ª ed.)
SMC429
O teatro quase das maravilhas
SMC433
Memórias de um são
SMC476
Gente que tem fé como guia - Projeto de Pesquisa Cênica do Núcleo Macabéa
SMC494
Moinho de Imagens
SMC526
Click
SMC536
Comunidade Cultural Quilombaque

A equipe do VAI entrará em contato com os responsáveis pelos projetos selecionados para agendar um horário de atendimento e assinatura de documento aceitando participar do programa.

Os projetos não selecionados poderão ser retirados apenas após a confirmação da contratação publicada no Diário Oficial dos selecionados, para que, em caso de desistência, a Comissão possa contemplar outros projetos.